quanto cobrar pela festa

 

Dicas para definir o valor a ser cobrado pelo trabalho

 

 

Para acertar em cheio no valor a ser cobrado por uma decoração de festa de aniversário é preciso levar em conta diversos fatores. Entre as variáveis que devem ser levadas em conta, seu orçamento pessoal, a valorização do seu trabalho e as tendências de mercado são as principais.

Como em qualquer outra área, é preciso manter um preço competitivo para garantir a continuidade do seu negócio. Entretanto, preços muito abaixo da média nem sempre são vistos como vantagens. Se você é um decorador de festas e quer saber como cobrar uma decoração de festa de aniversário, acompanhe este artigo até o final!

 

 

Como avaliar e dar o preço de um trabalho de decoração

 

Tenha em mente que você é um profissional como qualquer outro. Por mais que você ame o seu trabalho, você também precisa garantir a sua vida com ele. Horas de trabalho, mão de obra e gastos com materiais devem ser analisados, mas, além deles, o segmento do seu trabalho em específico também pode alterar os valores na hora da cobrança.

Por exemplo, se você é especializado na decoração de festas de grande porte, o preço que será cobrado naturalmente será diferente do que se você trabalhasse apenas com festas infantis. Decoração baseada em produtos artesanais também é diferenciada, afinal, qualquer tipo de trabalho artesanal costuma ser um pouco mais caro do que o convencional.

O que devo avaliar ao cobrar uma decoração de festa de aniversário? Para simplificar as coisas, trouxemos aqui uma lista dos fatores mais importantes que você deve levar em conta ao definir o preço. Se você faz parte de uma empresa especializada em decoração, é provável que a organização já tenha uma tabela com os valores a serem cobrados. Entretanto, se você é um profissional autônomo, essas dicas poderão ajudá-lo ainda mais.

 

 

1. Coloque tudo no papel

 

Para você não se perder em valores, faça uma planilha com todo o valor do material de trabalho, gastos fixos (luz, água e telefone), custos com transporte, quantidade de horas trabalhadas e o lucro estimado.

 

 

2. Conheça o preço médio do mercado

 

Saber o valor cobrado no mercado atual e checar as ações dos concorrentes é uma forma de conseguir uma média de referência. Pense no seu posicionamento competitivo e estabeleça uma tabela de preços estratégica e de acordo com a realidade.

 

 

3. Converse com outros profissionais

 

Trocar experiência com profissionais da área também é uma boa dica. Quem está mais acostumado com o assunto saberá te dar dicas para negociar com clientes e chegar a um acordo final. Lembre-se que consultar referências teóricas é importante, mas checar algo na prática é ainda mais valioso.

 

 

4. Procure auxílio profissional

 

Se você tem muitas dúvidas sobre o assunto, talvez seja melhor buscar a orientação de consultorias especializadas. O Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), por exemplo, pode ser uma boa referência para começar. Por fim, lembre-se que, à medida que o seu negócio for crescendo, os valores que você cobra também deverão ser atualizados.

 

 

Experiência

 

O fato de você estar fazendo essa pesquisa sobre como fazer o orçamento de decoração de uma festa diz que sua jornada está apenas começando. No final das contas o que mais será importante para você será a experiencia, então não tenha receio pois em breve, o quanto cobrar, será uma das coisas mais fáceis para você definir.

 

aprenda online

Clique aqui e acesse um material que pode lhe ajudar a crescer muito neste lucrativo mercado de festas, se tornando grande referencia em sua região.